O Trabalho Híbrido será a nossa nova realidade empresarial?

Compartilhe

Se Shakespeare estivesse vivo, com toda certeza aquela famosa frase de Hamlet seria diferente, caso o assunto fosse referente a Trabalho Híbrido:

Home Office ou presencial? Presencial ou home office? Eis a questão do Trabalho Híbrido.

Você teria a resposta?

Se você está em dúvida do que responder, pois acredita que não existe resposta certa para essa pergunta, você acaba de entrar para a parcela de 90% dos empresários que também ficam com essa dúvida.

Acontece que, em meio a uma pandemia que não ata nem desata, as empresas se encontram neste dilema, e talvez o Trabalho Híbrido seja a resposta.

Afinal, não é nenhuma novidade que o Home office não foi 100% adaptável, concorda?

Por mais que o trabalho remoto já fosse praticado, a forma como tudo aconteceu foi devastadora, e o pior, sem escolha. 

Todos tivemos que nos adaptar ao novo ambiente de trabalho.

E deu certo?

Entre trancos e barrancos, esse isolamento forçado provou que é possível trabalhar a distância, mas ainda é cedo para classificar o regime de trabalho remoto como o ideal

Os gestores estão planejando o rumo dos próximos meses (será o regime de trabalho hibrido?)

A questão é como se adaptar ao “novo normal” pós-pandemia, tendo consciência de que o home office foi impulsionado como nunca durante a pandemia do novo coronavírus.

 

Mas este não deve ser o cenário no pós pandemia

Do ponto de vista corporativo, o home office carrega desafios operacionais, humanos e, sobretudo, emotivos.

Faz parte da nossa cultura o relacionamento, sentir afetividade.

No âmbito organizacional, questões como cultura e experiência dos colaboradores são assuntos com validade comprovada. 

Momentos como happy hours, por exemplo, estreitam os laços e motivam a equipe .

– 67% das empresas indicaram ter dificuldades para implementar home office, indica pesquisa –

Uma pesquisa realizada pela a Fundação Instituto de Administração (FIA), com 139 empresas brasileiras de grande, médio e pequeno porte indicou que cerca de 94% das empresas brasileiras afirmam que atingiram ou superaram suas expectativas de resultados com o home office. 

Mesmo assim, 70% planejam encerrar a prática ou reduzi-la a apenas 25% dos funcionários quando a pandemia de Covid-19 tiver terminado…

Em contrapartida, uma pesquisa conduzida pelo professor André Fischer, também da FIA, apontou que 70% das pessoas gostariam de permanecer em regime de home office, integral ou parcialmente.

Decisão delicada que pode mexer com a estrutura da empresa, afinal, a relutância em manter esse novo formato pode ser explicada pelos custos inesperados e riscos trabalhistas gerados com a implementação brusca do home office imposta pelo Covid-19. 

O mercado brasileiro estava despreparado para essa transição: outra pesquisa da FIA, realizada no ano passado, concluiu que apenas 32% das empresas acima de 100 funcionários tinham uma estratégia desse tipo planejada.

 “Até agora, apenas cerca de 10% das empresas decidiram custear a internet dos funcionários, por exemplo…”

Mas, para tudo existe um meio termo, e o nome é Trabalho Híbrido.

 

Trabalho Híbrido no Coworking

Pessoas trabalhando no Coworking.

Em casa, na rua ou no escritório: o trabalho híbrido é a nova realidade corporativa

A pandemia tem sido um “marco”.

Novos valores foram criados, onde as pessoas e organizações conseguiram enxergar o valor da proximidade e das pessoas; valores estes que ultrapassam o “trabalho”. 

E quando o valor muda, a cultura muda. E se as outras empresas não acompanharem esta mudança, elas morrem. 

Logo, a definição de local de trabalho foi modificada. O Trabalho Híbrido chegou.

Estas mudanças, que, como vimos, não são  temporárias, exigem das organizações um esforço maior para oferecer aos profissionais uma experiência de qualidade, de forma que eles possam trabalhar de qualquer lugar a qualquer hora

E o modelo de trabalho vai influenciar na cultura.

Já vimos que existem dois modelos de trabalho (presencial e remoto), e com a pandemia conseguimos experimentar  a possibilidade de trabalhar de forma efetiva, produtiva e descentralizada em ambos (certo?).

E é aí que a aposta no meio termo está acontecendo.

A  Braskem, empresa brasileira do ramo petroquímico com quarenta unidades industriais em quatro países, afirmou que mais de 80% de seus funcionários querem a flexibilidade de trabalhar em casa, mas ainda querem um escritório para ir quando acharem importante.

Estamos falando do escritório híbrido, ou trabalho híbrido, um modelo que, como o nome mesmo indica, se alterna entre dias no escritório e dias em home office.

Para quem aderir a esta nova modalidade de trabalho, optando por um escritório híbrido, precisará de um espaço que comporte todas as necessidades corporativas e que seja adaptado a este novo modelo.

E é aí que a Eureka entra!

Somos os pioneiros na inserção do modelo híbrido em nosso Coworking, e ao implantar este novo modelo de trabalho em nossos espaços conseguimos ter ainda mais certeza que tanto as empresas quanto os colaboradores que usufruem do trabalho híbrido sairão ganhando.

Trabalho Híbrido é positivo para os dois lados da moeda

Quando os dois lados saem ganhando não há dúvidas de que é a escolha certa.

  • Redução de custo com espaço;
  • Maior produtividade;
  • Menor ruído na comunicação;
  • Descentralização e aumento do trabalho em equipe;
  • Otimização das atividades;
  • Diminuição dos atrasos dos colaboradores por causa do trânsito;
  • Comodidade e conforto;
  • Economia com deslocamento. 

E muito mais!

Leia também:  O que é escritório virtual?

Pois o modelo atende a todos os requisitos do “novo normal”. Pois, além de otimizar o espaço ocioso, o formato otimiza custos.

Com a gente, as empresas que não tinham escritório passaram a ter um endereço comercial que uniu produtividade, conectividade e uma grande porcentagem de proveito geral. 

E vale considerar que é mais sustentável.

Já que são menos carros no trânsito, menos stress… enfim tem muito mais pontos positivos do que negativos (se é que tem algum!).

O uso consciente de recursos é a chave para o mundo que queremos, e estamos alinhados com este conceito que valoriza muito a experiência compartilhada.

Um Coworking precisa estar inserido nessa economia que cresce a cada dia e oferece um novo olhar para resolver problemas cotidianos que existem há bastante tempo.

E podemos dizer que o modelo híbrido compactua com tudo o que acreditamos!

Afinal, a Eureka aposta na Economia Compartilhada como um movimento de transformação das cidades e do mundo. 


Compartilhe


Login

Register

terms & conditions